Eu sou um azarado! Saiba porque tudo parece dar errado em sua vida.

Tempo de leitura: 10 minutos

Você muitas vezes se sente assim, um azarado? Nada na vida vai bem…e quando parece que as coisas vão melhorar, novamente, pioram. Um relacionamento amoroso, um novo trabalho, um aumento que você tanto esperava, ter mais vendas no seu negócio…

É como se tudo que fosse bom, tivesse uma grande dificuldade de chegar até você. Olhando outras pessoas, fica admirado que tudo parece fluir: conseguem mais dinheiro, ter um relacionamento amoroso feliz, ser reconhecido pelos outros com maior facilidade…

Enquanto, para você, só resta pensar que não tem sorte mesmo!

Quanto tempo faz que você não se sente feliz com aquilo que tem em sua vida, com as suas conquistas, amigos, família, relacionamento amoroso, um trabalho que te deixe feliz ao levantar na segunda-feira de manhã?!

Quando não estamos felizes com algo é quando questionamos a nossa vida, e o porquê de não termos coisas boas acontecendo nela! Nesse momento, sentimos que nos falta sorte…afinal, muitas vezes passamos por desafios na vida, momentos difíceis…

Quando estudo muito para uma prova e não tenho um resultado satisfatório, não consigo aquela vaga de emprego que tanto preciso, se pessoas menos esforçadas do que eu conseguem uma promoção no trabalho que eu buscava a anos…

…E aquela pessoa de quem gostava está apaixonada pelo meu melhor amigo…parece uma maré de azar! E muitos nos aconselham a esquecer e ter uma atitude positiva, “da próxima vez tudo dará certo!”

Mas, saiba que sorte vai muito além de uma intenção de que as coisas deem certo!

homem pisa em um chiclete na rua

Observe algo importante…a sorte vai muito além de uma intenção, o querer, a vontade…porque existe algo que não percebemos facilmente, ou melhor, alguém, e esse alguém somos nós mesmos!

Tudo o que nos acontece de ruim, ou aquilo que não nos acontece de bom, colocamos a culpa em tudo exterior a nós: o governo, a escola, o bairro, a cidade, as pessoas, o pai, a mãe…

Será que realmente faz sentido quando dentro de um mesmo contexto existem pessoas que estão felizes, que têm muita sorte, enquanto a gente não tem!

Será isso um karma?! Ou será que não observamos o nosso comportamento diante da vida, as nossas crenças que limitam o nosso potencial, e a falta de uma autoestima elevada que nos faça sentir merecedores de tudo que é bom?!

Vou contar uma história de alguém muito azarada…

O nome dela é Maria, e a Maria nunca teve sorte no amor. Casou com seu primeiro namorado aos 20 anos, e logo engravidou. No começo parecia que tudo ia bem, mas, seu marido depois de 1 ano de casamento arranjou uma amante.

Maria desconfiava, até que um dia resolveu segui-lo e descobriu a traição. Então, ela se separou, ficou solteira com um filho pequeno para criar. O pai, pouco ajudava no sustento do filho, porque, logo, ele também se tornou pai de uma menina.

Maria, passado alguns anos, e passada a revolta que sentia do primeiro marido, arrumou um namorado que vinha de longe, outro estado, e pouco conhecia sobre ele. Decidiram morar juntos, ele era muito atencioso com o filho dela, e conhecia as dores que ela carregava…

boneco feito de papelão na cor vermelha, com aspecto triste segurando um coração partido de papel branco.

…Mas, então, ficou sabendo através de uma prima dele, que ele, na verdade, era casado e tinha filhos. Maria mais uma vez se separou, se sentindo a pior das mulheres…

Essa é uma história fictícia, mas tenho certeza que você deve ter escutado uma história semelhante de alguma amiga, conhecida, de alguém que trabalhe com você.

Ou mesmo, você pode ter vivenciado algo assim, e ter guardado um sentimento de que nunca será feliz nos seus relacionamentos, e que não tem sorte no amor.

Maria, a personagem da história, era sempre traída nos seus relacionamentos. O primeiro, arrumou uma amante, o segundo, não contou sobre sua vida e mentiu para ela.

Mas, porque Maria atraiu essas pessoas para sua vida?! Porque a mentira, a traição, a falta de compromisso dos seus parceiros?! Será que eles já não eram assim antes de Maria assumir um compromisso sério? E porquê ela não percebeu isso antes?!

Maria, certamente, queria ser feliz no amor…mas, lembre-se do que falei acima, de que a intenção não é o único requisito para se ter sorte e ser feliz! A nossa vontade muitas vezes está limitada a uma força poderosa, que sempre nos puxa para baixo quando tentamos algo importante em nossa vida.

E essa força é a carga negativa de tudo que vivemos…crenças, sentimentos, emoções de experiências traumáticas, situações que trouxeram marcas profundas em nossa autoestima. Tudo isso está em nosso inconsciente, e é ele que rege a maior parte da nossa vida.

Aprenda a liberar essas emoções e pensamentos negativos com uma meditação da grande autora motivacional, Louise Hay. Obs:Não deixe de assistir este vídeo depois de ler o artigo, de preferência, veja todos os dias, valerá muito a pena!!

Não temos consciência das atitudes que tomamos, das escolhas erradas que fazemos, ainda que pareça ser algo pensado e determinado por nós…isso é a carga emocional que guardamos, e ela é o que mais determina a nossa sorte ou azar no jogo da vida.

Voltando à nossa personagem Maria…imagine que Maria teve uma mãe que também foi traída pelo marido, que ficou sozinha criando 5 filhos, teve que dar duro e não quis mais saber de homem nenhum.

Certamente, Maria segue um padrão que aprendeu em casa, que é preciso dar duro e seguir sozinha, porque homem algum presta! Agora, se Maria carrega uma crença de que homem não presta, e se atraímos aquilo que vibramos…

Maria acaba atraindo para sua vida aquilo que ela carrega dentro de si, “homens que não prestam”, que está enraizado em seu inconsciente, e certamente, ainda que queira muito de forma consciente, não conseguirá ter um relacionamento amoroso feliz.

foto em preto e branco mostra um quarto com uma mulher jogada sobre a cama que parece triste

Porque, se homem algum presta, então, jamais será feliz ao lado de um homem!

Muitas mulheres se identificam com o comportamento da Maria. Assim, como muitos homens também podem se identificar com o comportamento dos ex da Maria.

É comum, nós mulheres escutarmos, seja em casa, no trabalho, numa roda de amigos…que “homem é tudo igual”, como se fosse natural o comportamento conquistador do homem, que precisa ter várias mulheres.

Enquanto os homens, na sua maioria, são incentivados, culturalmente, a ter este tipo de comportamento, como forma de demonstrar que são viris. Porque homem é um conquistador, que não se envolve fácil emocionalmente com alguém, e não expressa aquilo que sente.

Certamente, os ex da Maria seguiam um padrão de comportamento igual, porque assim aprenderam em casa quando crianças.

E somos o que aprendemos ao longo da vida, seja algo que aprendemos de bom ou ruim. Acolhemos “verdades” que nos foram ditas ao longo dela, e muitas dessas “verdades” podem prejudicar de forma avassaladora a nossa vida.

Além das relações amorosas, sua vida profissional, financeira, podem ter sido prejudicadas pelo simples comentário de que “professor é um pobre coitado que ganha pouco”, e você, que queria se tornar um professor, deixou de sê-lo!

Ou algo que tenha escutado na sua infância, que “todo rico é um explorador dos mais pobres”, isso pode ter se tornado uma crença para você, e gerado um repúdio pelos ricos, e consequentemente, por ser alguém rico também.

E isso leva a uma grande insatisfação profissional, trabalhando naquilo que você não quer trabalhar. Dificuldades financeiras ou mesmo uma autossabotagem em conseguir mais dinheiro, porque você entende, de forma inconsciente, que está explorando outras pessoas, e isso não é certo!

Então, será que a sorte só aparece para poucos, ou, são nossas crenças, sentimentos, emoções que guardamos e que trouxeram um aspecto negativo para determinada área da nossa vida?!

Se você quer se libertar desses padrões negativos, conheça a técnica EFT: Técnica EFT

Observe aqueles que são felizes e parece que tudo dá certo em suas vidas…o que eles pensam?! Sobre o quê falam?! Será que uma mulher feliz nos seus relacionamentos amorosos é aquela que sempre reclama que homem não presta?!

várias bolinhas na cor azul com uma carinha triste e uma única bolinha na cor amarela com uma carinha feliz.

Ou isso é característica de muitas que estão sozinhas a muito tempo, não permitindo se envolverem com alguém por medo de sofrerem novamente?! E uma pessoa bem-sucedida financeiramente, que se esforçou e não desistiu dos seus sonhos…

Será que pensa no quanto os ricos são enganadores, exploradores da classe pobre?! Ou, trabalha e busca o seu sucesso financeiro e sua felicidade, e em contribuir com mais pessoas para que alcancem o sucesso também?!

Existem sim, pessoas que enganam, que são desonestas. Existem homens que traem, existem mulheres que traem…assim como, existem ricos desonestos, e pobres desonestos também. Na verdade, não é uma questão de gênero, de classe social…

E sim, de seres humanos que estão envoltos por uma negatividade: medo, raiva, mágoa, frustração…associado à crenças que aprenderam ao longo da vida, com famílias que também passaram por grandes sofrimentos, e este é um ciclo que se repete geração à geração.

Se o meu pai traia a minha mãe, e eu, que sou homem, me identifico com o meu pai, tenho grande chance de me tornar igual a ele. Se sou uma mulher que sempre acompanhou o sofrimento das mulheres da família, posso repetir na minha vida, todo o sofrimento da minha mãe, minha avó, minha tia…

mulher deitada sobre a grama com vestido branco e um colar de pérolas no pescoço. Com um rosto de aspecto feliz e sonhador.

Agora, como faço para não repetir esse padrão de “azar” da minha família?! Como me liberto das crenças que aprendi na infância, das emoções, sentimentos negativos, que foram desenvolvidos em mim ao longo da vida?!

Saiba como superar crenças, emoções negativas, que causam o padrão do azar. Conheça a técnica EFT, acesse a página: Técnica EFT

É preciso se curar, dar atenção aos momentos que sentir a emoção aflorar dentro de você, e entender de onde vem tudo isso, e como isso tem interferido de modo negativo em sua vida!

Pessoas consideradas sortudas estão mais em paz com suas emoções, e têm um comportamento positivo diante da vida, adotando hábitos positivos que atraem mais coisas positivas para sua vida.

Se você almeja ser alguém sortudo, escolha se libertar das emoções e crenças negativas que aprisionam sua vida na estagnação e o mantém num ciclo de sofrimento que afastam as boas oportunidades da sua vida!

Para se libertar dos aspectos negativos da sua vida, aprenda a técnica EFT, faça uma sessão grátis com a técnica e conheça os seus benefícios, acesse a página: Contato e Sessões de EFT

Se inscreva no nosso site, cadastre seu e-mail no campo abaixo! E receba atualizações sobre este tema, mensagens, artigos, cursos…e muito mais!! Você receberá conteúdo de qualidade para ajudá-lo no dia a dia, na sua evolução e autoconhecimento!

Também…deixe seu comentário sobre este artigo, o que achou sobre ele?!

E também deixe sua sugestão…para tornar os artigos sobre este tema cada vez melhores…Adoraria saber a sua opinião!! Obrigada!